Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Produtos Químicos e de Farmoquímicos e Farmacêuticos

A indústria de Produtos Químicos do RS ocupa o 4º lugar entre os estados em número de estabelecimentos e de empregados

No Brasil, em 2019, a indústria de Produtos Químicos¹ possuía 8.797 estabelecimentos e 271.354 empregados. O Rio Grande do Sul era responsável por aproximadamente 8% dos estabelecimentos e 6% dos empregados do segmento. São Paulo possui em torno de 49% dos empregos do segmento no Brasil.

Em 2019, no Rio Grande do Sul, existiam 718 estabelecimentos desse segmento, os quais empregavam 15.866 pessoas. Os municípios de Porto Alegre, Caxias do Sul e Novo Hamburgo concentravam 23% dos estabelecimentos deste segmento, enquanto Rio Grande e Triunfo detinham 27% dos empregos. Entre as unidades industriais de fabricação de produtos químicos pode-se destacar o Pólo Petroquímico em Triunfo, a Refinaria Alberto Pasqualini em Canoas e as várias fábricas de insumos químicos agrícolas instaladas em Rio Grande. 

Já a indústria de Produtos Farmoquímicos e Farmacêuticos¹ possuía no Brasil, em 2019, 706 estabelecimentos e 106.968 empregados. O Rio Grande do Sul detinha aproximadamente 6% dos estabelecimentos e apenas 2% dos empregos do segmento no país.

A indústria de Produtos Farmoquímicos e Farmacêuticos está extremamente concentrada no Rio Grande do Sul. Em 2019, existiam 44 estabelecimentos desse segmento, os quais empregavam 2.078 pessoas. Porto Alegre concentra 41% dos estabelecimentos e 57% dos empregados desse segmentos no estado.

Esses segmentos tendem a ser bastante especializados e operar ligados diretamente ao avanço de pesquisa científica e tecnológica, utilizando modernos e qualificados sistemas de produção. Por isso, possuem uma concentração territorial maior no Estado e no Brasil.

¹ Segundo o CNAE, o segmento de Produtos Químicos compreende a transformação de matérias-primas orgânicas ou inorgânicas por processos químicos e a formulação de produtos e a produção de gases industriais, fertilizantes, resinas e fibras, defensivos agrícolas e desinfetantes domissanitários, produtos de limpeza e perfumaria, tintas, explosivos e outros produtos químicos e também a fabricação de produtos petroquímicos básicos e intermediários. E, o segmento de Produtos Farmoquímicos e Farmacêuticos corresponde a fabricação de medicamentos e de outros produtos farmacêuticos inclusive curativos impregnados com qualquer substância, preparações anti-sépticas, entre outros.  

Atlas Socioeconômico do Rio Grande do Sul