Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Ovinos

O Rio Grande do Sul é o segundo estado com o maior rebanho de ovinos do Brasil

De acordo com a Food and Agriculture Organization – FAO em 2018 a Ásia é o continente maior produtor de ovinos no mundo, com 43% do efetivo mundial. Em segundo a África com 32%. As Américas com 7% são o último colocado entre os continentes.

O Brasil conta com um número médio de 19 milhões de cabeças no triênio 2016-2018. Entre as unidades da federação, a Bahia é o estado com o maior rebanho do Brasil, seguido pelo Rio Grande do Sul, Pernambuco, Ceará, e Piauí, todos com rebanho maior de 1 milhão de cabeças. Segundo a Pesquisa Pecuária Municipal do IBGE, o estado do Rio Grande do Sul registrou em média no período 2016-2018 um rebanho de 3.373.694 cabeças/ano.

Considerando a última década, pode-se afirmar que o Estado vem diminuindo a participação do seu rebanho em relação ao total do Brasil, embora o número de cabeças tenha se mantido relativamente constante no período. Isto porque, nos últimos anos, outros estados do Brasil, principalmente do Nordeste, despontaram na atividade. Naquela região foram introduzidos ovinos de raças deslanadas, mais adaptadas ao clima tropical e de alta rusticidade por emprego de melhoramento genético e técnicas de manejo específicas que propiciaram a elevação da produtividade, com foco na produção de carne e peles. No rio Grande do Sul a criação de ovinos, atividade mais tradicional, continuou baseada na produção de ovinos de raças para a produção de carne, lãs e mistas, mais adaptadas ao clima subtropical. Atualmente, a produção de carne tornou-se também o principal objetivo da ovinocultura no Estado em função da elevação dos preços pagos ao produtor que tornaram a atividade mais atraente e rentável.

No período 2016 a 2018, oito municípios apresentaram produção média superior a 100.000 cabeças. Estes, somados, respondem por aproximadamente 41% do total do rebanho gaúcho. Os principais municípios produtores encontram-se principalmente na porção sul-sudoeste do Rio Grande do Sul. Santana do Livramento com 346.683 cabeças em média é o maior, seguido de, Alegrete com 226.878 cabeças.

Evolução anual do efetivo de ovinos no BR e RS–2008-2016
tab 2008 2018 ovinos br rs

Fonte: IBGE/Pesquisa Pecuária Municipal

Atlas Socioeconômico do Rio Grande do Sul