Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Crescimento Populacional

O Brasil e o Estado nos últimos 50 anos apresentaram queda nas suas taxas de crescimento

As taxas médias de crescimento anual da população brasileira e gaúcha, a partir da década 70, apresentaram, no geral, valores em queda. O Rio Grande do Sul, considerando os dados dos últimos Censos Demográficos, apresentou média de crescimento anual de 1,21%, no período de 1991 a 2000 e de de 0,49%, no período de 2000-2010. Se considerarmos os dados das estimativas de população para 2020¹, temos para o período 2010-2020, um leve aumento em relação ao período anterior, com valor de 0,66% ao ano².

Um dos fatores preponderantes no processo que vem resultando no decréscimo da população é a acentuada queda da taxa de fecundidade3. Na década de 70 as taxas de fecundidade eram de 4,3 filhos por mulher no Brasil e 5,8 no Rio Grande do Sul. Em 2020, conforme projeçãoesse número caiu para 1,8 para o Brasil e 1,7 para o Estado. Vários fatores contribuem para a queda da fecundidade. O processo de urbanização decorrente do aumento da industrialização, associado a fatores como o aumento no nível educacional, o acesso das mulheres ao mercado de trabalho, a disseminação de métodos contraceptivos e a melhora nas condições de saúde, entre outros, foram fundamentais para essa mudança. 

Outro fator que concorre para a diminuição do ritmo de crescimento da população são as migrações internas, na maior parte das vezes, motivadas por fatores econômicos com deslocamentos em direção a áreas mais urbanizadas. Muitas áreas do Estado apresentaram taxas negativas de crescimento demográfico, especialmente as regiões do Norte e da Fronteira Oeste. Já a regiões do Litoral, Serra e entorno da Região Metropolitana de Porto Alegre apresentaram, nesta última década, valores acima de 1% ao ano.

¹ IBGE/Estimativas de População 2020.
² As estimativas de crescimento da população foram calculadas pelo método geométrico. Para obter-se a Taxa média geométrica de crescimento populacional anual (r), subtrai-se 1 da raiz enésima do quociente entre a população final (Pt) e a população no começo do período considerado (P0), multiplicando-se o resultado por 100, sendo "n" igual ao número de anos do período. 
A taxa para o período 2010/2020 foi calculada a partir da população estimada de 2020 e a população recenseada de 2010.

Taxa média de crescimento populacional anual

3A fecundidade é entendida como o nº médio de filhos que uma mulher teria ao longo de seu período reprodutivo.
4 IBGE/Projeção da População por sexo e idade/Indicadores Implícitos na Projeção 2010-2060.

Taxa de crescimento Anual da População do Brasil e RS - 1970-2020

Fonte: IBGE/Censos Demográficos e Estimativa da População 2020
* Considera a população estimada de 2020 e a população recenseada de 2010

Taxa de Fecundidade do BR e RS – 1970-2020
graf linha 1970 2020 fecundidade BR RS

Fonte: IBGE/ Indicadores implícitos na Projeção da População - 2010/2060

Atlas Socioeconômico do Rio Grande do Sul