Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Bovinos

O RS possui 6,5% do rebanho bovino do Brasil

De acordo com a Food and Agriculture Organization - FAO, o continente americano é responsável por 35,1% do rebanho bovino produzido no mundo.  Entre os países, Brasil e Índia possuem os maiores rebanhos, sendo que o Brasil encontra-se em 1º lugar com uma média de 213.523.056 cabeças. China e EUA ocupam o 3º e 4º lugares.

Entre as unidades da federação, o Rio Grande do Sul é atualmente o 7º maior produtor do Brasil, superado pelos estados de Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará e Rondônia.De acordo com a Pesquisa Agrícola Municipal do IBGE, o RS registrou uma produção de 13.164.945 cabeças em média no triênio 2016-2018. Considerando a última década, pode-se afirmar que o Estado manteve estável o seu rebanho, no entanto, em período mais longo a produção gaúcha apresentou queda em sua participação, passando de 8% em 2000 para 6% em 2018. De outro lado, a cadeia produtiva, uma das mais tradicionais do Estado, possui grande importância econômica social e poder de integração regional, possibilidade de aumento de valor agregado de seus produtos finais e de melhoria da pauta de exportações.

O rebanho bovino encontra-se concentrado no oeste e sul do Estado, associado principalmente a presença dos campos limpos, ambientes característicos do ecossistema Pampa e integrado a produção de arroz nas várzeas dos rios. Destacam-se os municípios de Alegrete com 624.724 cabeças e Santana do Livramento com 601.272 cabeças em média para o período 2016-2018. Já Uruguaiana, Dom Pedrito, Rosário do Sul e São Gabriel apresentam médias entre 300 e 360 mil cabeças para o mesmo período.

Principais produtores de bovinos no mundo - 2018
graf pizza 2018 bovino fao mundo

Fonte: FAO/FAOSTAT

Evolução anual do efetivo de bovinos no BR e RS–2008-2018
tab 2008 2018 bovinos br rs

Fonte: IBGE/Pesquisa Pecuária Municipal

Atlas Socioeconômico do Rio Grande do Sul