Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Hospitais e Leitos Hospitalares

O RS apresenta o maior índice de leitos por 1.000 habitantes entre os estados brasileiros

 De acordo com o Ministério da Saúde, Hospitais podem ser definidos como estabelecimentos de saúde com serviços diferenciados, dotados de capacidade de internação, atendimento ambulatorial com consultas regulares e de urgência e de meios de diagnóstico e terapêutica, com o objetivo de prestar à população assistência médica curativa e de reabilitação, competindo-lhe também colaborar na prevenção da doença, no ensino e na investigação científica. Os critérios para a classificação dos hospitais enquadram-se em abordagens diversas, tais como: área de influência e diferenciação técnica; hierarquização de valências; número de especialidades; regime de propriedade; presença de ensino universitário, entre outros¹.

O Rio Grande do Sul, 7º colocado no ranking dos estados em número de hospitais, contava em junho de 2020 com 333 estabelecimentos hospitalares distribuídos por 224 dos 497 municípios. Nessa data havia 20 Hospitais Especializados, 298 Hospitais Gerais e 15 Hospitais Dia, segundo o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde do DATASUS. 

Os estabelecimentos hospitalares estão mais concentrados nos municípios mais populosos. Em junho de 2020, Porto Alegre concentrava 34 estabelecimentos, seguido por  Caxias do Sul com 10, Passo Fundo, Santa Maria e Pelotas com 8 e Canoas com 7. No que se refere aos COREDEs, o Metropolitano Delta do Jacuí possuía a maior concentração com 45 estabelecimentos hospitalares, seguido pelos COREDEs Serra e Vale do Rio dos Sinos com 24 hospitais cada um; e COREDE Sul, com 23.

A oferta de leitos compõe um dos parâmetros de cobertura hospitalar que faz parte da Programação das Ações Básicas de Saúde do Ministério da Saúde.  O número recomendado é de 3 a 4 leitos/1.000 habitantes². O último dado divulgado para os estados brasileiros coloca o RS como o de maior cobertura: 2,7 leitos/1000 habitantes em junho de 2020 (DATASUS/CNES).,

Quanto à distribuição de leitos hospitalares, o COREDE Metropolitano Delta do Jacuí, onde vive cerca de 23% da população total do Estado, era o que apresentava em junho de 2020 o maior número de leitos, com aproximadamente 23% do total estadual. Os COREDEs Serra, Produção e Sul apareciam na sequência. E entre os municípios, Porto Alegre apresentava na mesma data o maior número de leitos com 7.023, seguido de Caxias do Sul com 1356 e Passo Fundo com 1.166. Do total de leitos hospitalares do Rio Grande do Sul, cerca de 68% correspondiam a leitos do Sistema Único de Saúde - SUS.

¹In: Portal de Codificação e dos GDH: http://portalcodgdh.min-saude.pt/ 
² In: MINISTÉRIO DA SAÚDE/SECRETARIA DE POLÍTICAS DE SAÚDE/DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA. Parâmetros para Programação das Ações Básicas de Saúde, fevereiro 2001. 37p.

Tipos de estabelecimentos de saúde no RS em 2020 (nº de unidades)
quadro tipos estab saude jun 2020

Fonte: DATASUS/CNES

Evolução do número de leitos hospitalares no RS 2010-2020 (nº leitos)
graf evolucao num leitos hosp 2010 2020

Fonte: DATASUS/CNES 

Atlas Socioeconômico do Rio Grande do Sul