Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Inundações

Mais de 400 mil pessoas foram afetadas por inundações no período de 1991 a 2024 no Rio Grande do Sul

A Classificação e Codificação Brasileira de Desastres (COBRADE) define inundação como sendo a “submersão de áreas fora dos limites normais de um curso de água em zonas que normalmente não se encontram submersas. O transbordamento ocorre de modo gradual, geralmente ocasionado por chuvas prolongadas em áreas de planície.” Cabe destacar que o presente texto foi embasado na COBRADE, na qual eventos hidrológicos são classificados apenas em: a) Inundações; b) Enxurradas e; c) Alagamentos.

No Brasil, no período 1991-2024, foram 6.345 ocorrências de desastres causados por inundações, sendo que o Rio Grande do Sul foi responsável por 10,38% desses eventos. O estado gaúcho ocupa a segunda posição no ranking de ocorrências de inundações, atrás somente de Minas Gerais, e na frente de Santa Catarina.

No que se refere aos danos humanos, o Brasil teve 4.525.501 atingidos por esse tipo de evento no mesmo período, enquanto o Rio Grande do Sul foi responsável por 8,97% desse total. O estado foi o quarto em maior número de danos humanos causados por inundações, atrás do Amazonas, Pará e Santa Catarina.

Observa-se que a maior parte das ocorrências no Rio Grande do Sul, nesse período, se deu no mês de julho, seguido por novembro e outubro. No número de afetados, destacam-se os anos de 2015, 2023 e 2024; sabendo que, para este último ano, os dados foram coletados somente até o dia 24 de junho de 2024.

No Rio Grande do Sul, o município com maior número de ocorrências de inundações foi São Sebastião do Caí, com 18, seguido por São Jerônimo e Lajeado, com 17 e 15, respectivamente. Por outro lado, em relação ao número de afetados, destaca-se Eldorado do Sul, com 26.305 (6,47% do total), seguido por Uruguaiana, com 24.198 (5,95% do total) e São Sebastião do Caí, com 23.730 (5,84% do total). Nos municípios de destaque, todos sofreram influências das enchentes de maio de 2024 para o somatório dos danos humanos sofridos.

Meses das ocorrências de inundações no RS (1991-2024)*

* Para 2024, foram considerados os dados até 24 de junho.

Fonte: MDR - Atlas Digital de Desastres no Brasil

Danos humanos causados por inundações no RS (1991-2024)*

* Para 2024, foram considerados os dados até 24 de junho. Como danos humanos, foram considerados: mortos, feridos, enfermos, desalojados, desabrigados e desaparecidos.

Fonte: MDR - Atlas Digital de Desastres no Brasil

 

Atlas Socioeconômico do Rio Grande do Sul